Engenharia de Materiais O que há em comum entre automóveis, telefones celulares, satélites artificiais, máquinas de lavar, microondas e peças de sensores para a automação de indústrias? A criação, os projetos e os avanços desses itens dependem da existência e do desenvolvimento de materiais que sejam adequados a cada uma delas. Os artigos esportivos dão uma boa idéia do papel dos materiais: do tênis à bicicleta de competição, as novidades surgem devido à utilização de novos materiais. O mesmo ocorre com muitas das inovações em computadores, telecomunicações e até mesmo na medicina com o desenvolvimento de próteses, órgãos artificiais e equipamentos sofisticados de diagnósticos. Assim, a atuação dos profissionais da Engenharia de Materiais está difundindo-se a quase todos os campos das atividades produtivas atuais. O Engenheiro de Materiais é o profissional que tem por função básica o desenvolvimento de materiais bem como a especificação, a implementação, adaptação e o controle dos processos de fabricação e de aplicação dos materiais. Mesmo os objetos e produtos mais convencionais podem ser melhorados ou podem ser fabricados com menores custos e melhor qualidade com os conhecimentos da Engenharia de Materiais somados aos das ciências básicas como a Física e a Química dos Materiais e outros ligados à engenharia, que incluem economia, administração, ciências humanas e sociais e do meio ambiente. Esses conhecimentos devem capacitar o Engenheiro de Materiais a trabalhar com as relações que existem entre os diversos aspectos que definem as características de cada material: composição, estrutura e micro-estrutura, o processamento e suas propriedades e aplicações. O curso de graduação em Engenharia de Materiais da UFSCar é pioneiro no Brasil e possui um currículo multidisciplinar com forte formação básica, sendo que os alunos podem optar entre três ênfases: Materiais Cerâmicos, Materiais Metálicos e Materiais Poliméricos. Dentro dessas ênfases os alunos podem complementar a formação em sub-áreas, como Vidros, Materiais Compósitos e Reciclagem de Materiais entre outras. O aluno é preparado para trabalhar com diversas técnicas de processamento, caracterização, seleção e avaliação do desempenho de materiais empregados nos mais variados ramos de atividade. O curso de Engenharia de Materiais da UFSCar também diferencia-se de outros da área por conta do sistema de estágios curriculares. Durante seis meses, no 8º ou no 9º semestre, os alunos deixam as aulas na Universidade para realizar um estágio industrial em tempo integral. Para isso, o Departamento de Engenharia de Materiais tem convênios com empresas localizadas no Estado de São Paulo, assim como em outros Estados e até no exterior, onde os alunos são colocados em posições similares a de profissionais formados, sob uma supervisão que procura garantir as condições necessárias de aprendizado. O mercado de trabalho para o profissional de Engenharia de Materiais abrange indústrias como as metalúrgicas, as de fabricação de componentes plásticos ou cerâmicos, as montadoras (automobilística, eletro-eletrônica etc.) e as empresas de prestação de serviços de assistência técnica e consultoria. Outro campo de atuação importante do engenheiro de materiais é o dos centros de pesquisa e de desenvolvimento científico e tecnológico.

Go to top